Pages

sexta-feira, 29 de março de 2013

Caroá (Arruda) - Neoglaziovia variegata


Nomenclatura:


Nome científico: Neoglaziovia variegata (Arruda) Mez
Família: Bromeliaceae
Sinônimo: Agallostachys variegata (Arruda) Beer; Billbergia variegata (Arruda) Schult. f.; Bromelia linifera hort. ex Beer; Bromelia variegata Arruda; Dyckia glaziovii Baker
Nomes populares: Caroá.
Neoglaziovia Mez é um género botânico pertencente à família Bromeliaceae, subfamília Bromelioideae. O gênero foi nomeado em homenagem ao francês Auguste François Marie Glaziou (1833-1906), paisagista e coletor de bromélias no Brasil.

Ocorrência:


          Ocorre em largos trechos do litoral, desde o Piauí até a Bahia, e no sertão, desde o Ceará até o Vale do São Francisco. Freqüente em quase toda a área de caatinga, embora com limitações climáticas que fazem com que o caroá não seja encontrado nas caatingas hipoxerófilas e edáficas, pois necessita de solos não compactados, onde seus rizomas possam crescer e emitir novos brotos aéreos.

Descrição:


          Ervas perenes, terrestres até 1 m de altura. Folhas variegadas, lineares, com cerca de 1,5-3 m, margens com espinhos curvados para o ápice. Escapos avermelhados com 80-90 cm. Inflorescências simples, racemosas. Flores purpúreo-violáceas ou azul-avermelhadas. Frutos bagas ovóides de coloração vermelha.

Usos:


      As folhas fornecem fibras já usadas pelos indígenas e bastante empregadas na confecção artesanal de cordas, barbantes e papel, bem como na tecelagem. O Município de Ibiapina, no Ceará, é o seu principal produtor. Sua utilização já foi mais intensa, contudo, a fibra do caroá foi sendo substituída pelo agave e depois pelas fibras sintéticas. Desde a década de 80 a produção está estabilizada no patamar atual.
Pesquisadores de diversas áreas descobriram outras funções para o velho caroá. Em seu doutorado em Engenharia de Processos pela Universidade Federal de Campinas Grande (UFCG), Múcio Nóbrega testou diversos compósitos da fibra natural com poliéster e constatou um bom aumento na resistência do material a impactos, além do uso do caroá reduzir custos, ter baixa abrasividade e ser parcialmente biodegradável.

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação!

 

Blogger news

Nº de Visualizações

About