Pages

quarta-feira, 3 de setembro de 2014

Conheça alguns insetos que são mestres da camuflagem

Na natureza, existem muitas maneiras de se proteger de potenciais predadores: um casco protetor, veneno, tamanho ou velocidade, entre outros fatores. Mas talvez nenhuma forma de proteção seja tão astuta como a camuflagem. Você já teve a oportunidade de conferir aqui no Mega Curioso algumas das borboletas que se encaixam nesse perfil.
A camuflagem como forma de proteção se confirma especialmente verdadeira entre os insetos, cuja forma do corpo permite uma impressionante variedade de mimetismo biológico. Alguns desses insetos podem ser indistinguíveis no seu meio. Confira abaixo alguns exemplos incríveis dessas espécies que são mestres no disfarce.

1 – Louva-a-deus “folha-seca”

O bicho-folha-seca (ou louva-deus “folha seca”) parece que foi coberto de folhas mortas. Mas, algumas dessas "folhas" são, na verdade, partes do seu próprio corpo. A camuflagem incrivelmente convincente ajuda a escondê-lo dos predadores, mas também o auxilia na busca de suas próprias presas.

2 – Gafanhoto-folha

Esse inseto, da família Tettigoniidae, tem a camuflagem tão precisa que imita até as manchas de uma folha. Eles são conhecidos vulgarmente como “esperanças” e utilizam o seu visual para confundir os predadores.

3 – Bicho-pau

Os bichos-pau da ordem Phasmatodea são verdadeiramente algumas das criaturas mais bizarras do planeta. Seu corpo é tão alongado que eles se parecem com gravetos, galhos ou ramos finos. E quando um desses carinhas está descansando em uma pilha de galhos ou na ponta da ramificação de uma árvore, é quase impossível de detectar.

4 – Louva-a-deus orquídea

Talvez os mais “glamorosos” dessa lista, esses predadores floridos podem parecer os tipos extravagantes e graciosos, mas na verdade eles podem também ser assassinos cruéis. Eles usam a sua camuflagem, que imita uma pétala de flor, para se esconder de suas presas. Quando as moscas, abelhas e outros polinizadores se aproximam da flor, o louva-a-deus ataca sem piedade. É o ciclo da sobrevivência!

5 – Gafanhoto da areia

Chamar essa espécie de "gafanhoto" pode parecer um equívoco devido ao seu habitat arenoso (e sua camuflagem perfeitamente correspondente a esse tipo de solo), mas seus indivíduos costumam usar esse disfarce para saltar com segurança entre as gramíneas adaptadas a solos arenosos.

6 – Folha ambulante

O inseto-folha ou folha-ambulante, da família Phylliidae, é talvez o que possua a camuflagem mais impressionante. Como seu nome sugere, eles evoluíram para imitar as folhas em vez de galho e seu mimetismo é particularmente avançado.
Eles utilizam a camuflagem isso com tanta precisão que, na maioria das vezes, os predadores não são capazes de distingui-los das folhas reais. Em algumas espécies, a borda do corpo do inseto ainda tem a aparência de marcas de mordidas, como se fossem de folhas comidas por outros insetos.
Para confundir ainda mais os predadores, quando o inseto caminha, ele balança para frente e para trás, para imitar uma folha real que está sendo soprada pelo vento.

7 – Mariposa-salpicada

Estes insetos notavelmente adaptáveis são frequentemente utilizados como um exemplo clássico de seleção natural em ação. Originalmente, eles desenvolveram o seu visual "salpicado" para se misturar a superfície em que estavam quando descansavam sobre troncos de árvores de cor clara e líquenes.
Mas, devido ao excesso de poluição durante a Revolução Industrial na Inglaterra, muitos líquenes morreram e as árvores ficaram enegrecidas de fuligem. Isso tornou mais fácil para os predadores encontrá-las. Por isso a população começou a evoluir para uma coloração mais escura de fuligem com a aparência salpicada vista atualmente.

8 – Inseto “assassino”

Este inseto tem uma estratégia diferente, mas muito mais assustadora para a sua camuflagem. OAcanthaspis Petax, da ordem Hemiptera e da família Reduviidae, utiliza pilhas de cadáveres de suas vítimas em suas costas para se esconder de predadores, formando uma armadura macabra de carcaças.
Embora possa parecer uma estratégia estranha, estudos têm mostrado que os insetos dessa espécie são dez vezes menos propensos a serem atacados por aranhas.

9 – Inseto-espinho

Esses insetos, que estão relacionados com as cigarras, desenvolveram um tipo de “chifre” ornamental, que lembra espinhos em um galho. Não só isso ajuda sendo uma excelente camuflagem como também desencoraja predadores (tanto do inseto quanto da planta em que ele está) a dar uma mordida.


1 comentários:

Obrigado pela sua participação!

 

Blogger news

Nº de Visualizações

About